SOS

Eu tô quase entrando em desespero! Não aguento mais pensar, pensar e pensar e não chegar a lugar nenhum. Eu só queria ter certeza de uma vez por todas sobre o que eu quero pra minha vida. Por que tá sendo tão difícil? Eu não tô me reconhecendo mais. Isso tá consumindo meus dias, sério. Sabe quando a gente fica com o corpo fraco, sem vontade de nada? Pois é, é assim que eu tô. Parece que tô doente. 

Eu já criei o blog. Já escrevi 4 textos lá. Mas ainda assim, tá faltando alguma coisa. Não tô sentindo a faísca. A animação.

Agora a pouco eu fechei sem salvar uma página do Word onde eu estava escrevendo um texto sobre um assunto que eu acho muito interessante, mas no meio do caminho eu parei, encarei a tela e no impulso, fechei o documento e cliquei em não salvar. Tipo (???). Sinceramente, tô de saco cheio dessa situação.

Eu parei de me comparar com outras pessoas. Parei de desejar a vida que elas têm porque eu já aceitei que se elas estão ali é porque teve muita dedicação e sacrifício envolvidos. Não, isso não é mais um problema pra mim. Porém, ontem eu tive mais um daqueles momentos de overdose de produtividade. Fiquei quase uma hora rolando o feed de vários perfis que falam praticamente a mesma coisa. Produtividade, organização e blá blá blá. Nada contra, eu na verdade, amo falar sobre o assunto. mas tá na hora de parar de enfiar esse tipo de conteúdo goela a baixo. Já pesquisei tanto sobre que dá pra compilar em um livro.

Eu tô aqui. As palavras estão saindo do fundo do meu coração como nunca antes e eu realmente tô cansada. E envergonhada.

Quero criar aqui uma espécie de razão pra continuar escrevendo. As palavras sempre me ajudaram a encontrar uma saída. Inclusive na época que meu único problema era conseguir fazer parte do grupo legal no ensino médio. Saudade define.

É… Sempre funcionou e escrever é a única certeza que eu tenho agora.