Linha do Tempo

Finalmente estou aqui. De novo, outra vez. Perdi a conta de quantos blogs já criei e desativei em menos de um ano por motivos aleatórios. Talvez porque os motivos para criar uma página como essa fossem apenas para fins de desabafos ou confissões. Confissões de uma garota do ensino médio cheia de e sonhos e amores utópicos. Bem, hoje ainda sou uma jovem cheia de sonhos, mas agora com 20 anos na conta, já não me permito sofrer por amores impossíveis.

Parece que foi ontem que eu me vi perdida em meio a milhares de profissões que não pareciam se encaixar. Parece que foi ontem que chorei por um cara que não merecia ao menos a minha atenção. Parece que foi ontem que me desesperei por uma nota baixa em química. Esses problemas todos, que para mim pareciam o fim do mundo, hoje lembro e bate até uma vergonha de leve.

Entrei na faculdade de Administração por pura ordem do destino. Até então eu não sabia o que eu queria, de fato. Sabia apenas que queria ser independente e dona do meu próprio negócio. Daí, caí de paraquedas no melhor curso que existe. Um curso que me ensinou a importância de ter a ajuda das pessoas, do planejamento e da organização para alcançar bons resultados. Não me considerava uma pessoa de sorte até perceber que eu realmente queria estar ali.

Durante os três primeiros anos de faculdade, namorei um cara que colaborou muito para quem eu sou hoje. Dentro desse relacionamento pude me conhecer cada dia mais. Descobri coisas que eu não queria pra mim, assim como passei a ter mais certeza sobre o tipo de pessoa que eu queria dividir a minha vida. Não era ele. Fui feliz e tenho certeza que amei, mas aprendi que isso não é suficiente, porque não é o amor que sustenta um relacionamento, é o relacionamento que sustenta o amor.

Sempre fui muito estudiosa e romântica na mesma proporção. Não lembro de ter passado mais de um mês sem alguém para dar boa noite todas as noites. Se isso é um defeito, eu não sei. Só sei que hoje namoro uma das pessoas mais inteligentes que já conheci. Um cara que além de gentil e divertido, escreve coisas incríveis. Sou apaixonada pelos grandes e pequenos detalhes. Desde o modo que ele trata a família até o som da risada dele. Mas, o que eu mais prezo no nosso relacionamento é a forma como a gente compreende as coisas que são particularmente importantes para cada um. E é disso que eu preciso agora, é disso que precisamos.

Agora, no último ano da faculdade, comecei a trabalhar e percebi o quanto a vida pode mudar quando passamos a ter mais responsabilidades e obrigações. É estranhamente interessantes como a “falta de tempo” teve um impacto positivo na minha vida. Creio que isso acontece porque somos obrigados a a aprender a dizer não e criar a habilidade de estabelecer prioridades em nossa vida. O tempo é realmente igual para todos. A diferença está no que cada um faz com as 24 horas que lhe são concedidas. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s